Preaload Image

26 de março, dia de promover a educação socioemocional

Neste 26 de março entidades, instituições e ONGs de todo o mundo movimentam as redes sociais para marcar o Dia da Educação Socioemocional. Com a hashtag #SELDAY promovemos ações, iniciativas e projetos que visam a expansão de práticas que desenvolvam as habilidades socioemocionais de crianças e jovens. A sigla SEL é uma abreviação do nome em inglês (Social Emotional Learning) e vem sendo mencionada por milhares de pessoas nesta data. 

 

Sabemos que a aprendizagem socioemocional muda vidas. Estudos mostram que ela oferece melhorias de longo prazo em habilidades, comportamento e desempenho acadêmico, reduzindo a ansiedade, depressão e abuso de substâncias. As competências SEL também são extremamente importantes para o sucesso de longo prazo na vida profissional e econômica dos jovens. 

 

O slogan da campanha deste ano é “Construindo vínculos, reimaginando comunidades”, um chamado à necessidade presente relacionada à pandemia da COVID-19. 

 

No Instituto Cidade Segura desenvolvemos uma série de programas baseados em evidências que atuam para o desenvolvimento de habilidades socioemocionais, como o SEJA, para estudantes do 1o ao 9o ano do Ensino Fundamental  e o Conte Comigo, para crianças de 0 a 6 anos. “Acreditamos na eficácia destes programas e defendemos sua ampla aplicação, pois é urgente ensinar nossas crianças e jovens e lidarem com suas próprias emoções, ainda mais em tempos difíceis como os que atravessamos”, analisa a psicóloga Lisiane Rech, da equipe de desenvolvedores dos programas socioemocionais do Emoções para a Paz. 

 

Para acompanhar as novidades, conhecer outras experiências e resultados sobre educação socioemocional pesquisa pela hashtag #SELDAY e descubra como a educação socioemocional está mudando a vida de milhares de jovens ao redor do mundo.